Reflexões

                     

Três ousadas palavras de ordem

Texto Áureo: (2 Cr 7.14) “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”
Leitura Bíblica em Classe:  Jeremias  7.1-11

TRÊS OUSADAS PALAVRAS DE ORDEM


1. HUMILHAR – ACEITAR MUDANÇAS DE CONDUTAS

* A presença divina é condicional a total fidelidade - Jeremias 7.2 Põe-te à porta da Casa do SENHOR, e proclama ali esta palavra, e dize: Ouvi a palavra do SENHOR, todos de Judá, vós os que entrais por estas portas, para adorardes ao SENHOR.  Salmos 101.6 Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que se assentem comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá.
* A presença divina é condicional a nossa obediência – Jeremias 7.3 Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o DEUS de Israel: Melhorai os vossos caminhos e as vossas obras, e vos farei habitar neste lugar. Jeremias 26.13 Agora, pois, melhorai os vossos caminhos e as vossas ações, e ouvi a voz do SENHOR vosso Deus, e arrepender-se-á o SENHOR do mal que falou contra vós.
* A presença divina é condicional a nossa confiança – Jeremias 7.4 Não vos fieis em palavras falsas, dizendo: Templo do SENHOR, templo do SENHOR, templo do SENHOR é este. Mateus 15.8 Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
2. CONVERTER – ABANDONAR OS CAMINHOS ÍMPIOS
* O nosso caráter se revela no proceder incorrupto – Jeremias 7.5 Mas, se deveras melhorardes os vossos caminhos e as vossas obras, se deveras fizerdes juízo entre um homem e entre o seu companheiro, Tiago 2.9 Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores.
* A nossa conduta boa ou má é notada pelas atitudes – Jeremias 7.6 se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal,  3 João 1.5 Amado, procedes fielmente em tudo o que fazes para com os irmãos, e para com os estranhos,
* Só a nossa observância da palavra trás a restituição – Jeremias 7.7 eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, de século em século. Deuteronômio 28.1 E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra.
3. RESTAURAR – SATISFAZER AS CONDIÇÕES DIVINAS
* A nossa fé não deve ser firmada em meras fantasias – Jeremias 7.8 Eis que vós confiais em palavras falsas, que para nada são proveitosas. 2 Timóteo 4.4 E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.,
* Ser restaurado é voltar aos antigos caminhos da fé – Jeremias 7.9 Furtareis vós, e matareis, e cometereis adultério, e jurareis falsamente, e queimareis incenso a Baal, e andareis após outros deuses que não conhecestes, Zacarias 9.12 Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também hoje vos anuncio que vos restaurarei em dobro.
* O homem não pode fazer os seus próprios caminhos – Jeremias 7.10 e então vireis, e vos poreis diante de mim nesta casa, que se chama pelo meu nome, e direis: Somos livres, podemos fazer todas estas abominações? I Coríntios 10.23 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Elaborado pelo Pr Adilson Guilhermel

 

 

 

              Que amor é esse?
              Quanto amor  por nós?
 
 
Ez. 34 11-12
11 Porque assim diz o Senhor Deus: Eis que eu, eu mesmo, procurarei as minhas ovelhas, e as buscarei.
12 Como o pastor busca o seu rebanho, no dia em que está no meio das suas ovelhas dispersas, assim buscarei as minhas ovelhas. Livrá-las-ei de todos os lugares por onde foram espalhadas, no dia de nuvens e de escuridão.

 
 
Sabe o que isso quer dizer ?
 
 
Que ainda que o teu pastor não vá ao teu encontro o Senhor que te formou vai te resgatar.

                                                     Façamos o possível para entrar pela porta estreita


                Dois pontos que se sobressaem a mim, hoje, são: a verdadeira repulsa de Jesus pelos falsos pastores, e a intenção dEle em mostrar que o Reino de Deus é para todos.

                Durante esta semana, todos os evangelhos falaram sobre as exigências de Jesus para quem quer alcançar o Reino dos Céus. Hoje é como um desfecho da semana: "Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita." Ele não responde a pergunta com um simples "sim, são poucos os que se salvam", mas fez questão de mostrar o quanto Deus abomina aqueles que gostam de usar seu nome em favor próprio. E o pior de tudo, é que essas pessoas que se favorecem com o nome de Jesus são pessoas inteligentes, mas que usam dos seus dons para tirar proveito das pessoas que estão no seu momento de fragilidade. Quem age assim, pode até usar algum mecanismo de auto-defesa para não se sentir culpado, mas lá no fundo, sabe que faz algo errado.

                A segunda ponto é interessante porque, pela forma que Jesus fala, dá para imaginar qual era o público para o qual Ele pregava: judeus bastante "religiosos", provavelmente líderes comunitários, que usufruíam de certa influência sobre o povo. Naquele tempo, os judeus se imaginavam como os únicos merecedores da "morada eterna" após a morte. Jesus fala, com toda autoridade, tudo aquilo que eles jamais pensariam ouvir de alguém, pois o que Jesus dizia, contrariava o que Eles falavam. Jesus disse que o Reino seria ocupado por povos de todos os lugares do mundo, e que "há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos". Ou seja, Jesus fazia com que essas autoridades locais procurassem ser mais coerentes com as próprias atitudes. Muitos dos primeiros escolhidos de Deus, Israel, passariam a ser os últimos, e muitos dos povos do mundo, estariam a frente deles no Reino.

                O que fica de lição para nós hoje é, mais uma vez, que façamos o possível para entrar pela porta estreita. E que Deus ilumine o coração daqueles que usam sua inteligência para tirar proveito próprio, utilizando o nome de Jesus. Pois caso estes não se arrependam, ficarão do lado de fora do Reino que eles mesmos pregam.

Jailson Ferreira

E se Jesus nascesse nos dias de hoje?

 

 

No Evangelho de hoje, Jesus é bastante direto e contundente. Ele falava com conhecimento de causa, ou seja, Ele conhecia os fariseus e as pessoas que estes fariseus "convertiam". A cidade onde Jesus nasceu e viveu boa parte da sua vida, Nazaré, era um lugar por onde circulavam povos de vários lugares do mundo, sem contar que Jesus deve ter viajado bastante durante toda a sua vida.

Nesta reflexão de hoje, fico pensando: se Jesus nascesse nos dias de hoje, será que Ele ficaria feliz em ver a situação como se encontram os templos, as religiões, os pregadores da Sua palavra? Ou será que Ele ficaria triste? Encontraria hipócritas que pregam uma coisa e fazem outra... Que fecham (ao invés de abrirem) as portas do Reino para as pessoas a quem supostamente convertem... Que se acham os donos do Reino e da Verdade e excluem aqueles que não aceitam sua forma de entender as sagradas escrituras... Que criam e impõem regras sem sentido... Que ensinam a seus "convertidos" que eles são melhores que os demais, e têm a preferência de Deus.

Será que Jesus gostaria quando visse que a sua própria Palavra se transformou em motivo de divisão entre os próprios seguidores desta mesma Palavra? Os livros da Bíblia foram escritos durante aproximadamente dois mil anos, por povos de culturas diferentes em épocas diferentes, em línguas que foram sendo modificadas ou extintas ao longo dos anos. Tudo isso dá margem a diferentes interpretações. No entanto, a essência é a mesma. Tudo o que Jesus quer, se resume em AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS, E AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO.

Eu já vi muitas pessoas ficarem tristes com a "conversão" de alguém próximo, para outra religião cristã, pois isso é sinal de que aquela pessoa vai se afastar. Que seus pensamentos ficarão tão diferentes, que vai tornar difícil uma convivência fraterna. Existe contradição maior? O mesmo Deus, o mesmo Jesus, o mesmo ensinamento de amar ao próximo...

A grande maioria dos que trocam de religião é por questão de ACOLHIMENTO. Eles ficariam em qualquer igreja que desse uma boa acolhida. Quantos amigos eu tenho, que sentem falta de algo para completar suas vidas, e que estão esperando que eu as convide para apresentar esse algo novo? Algo que possa ajudar a superar as dificuldades com mais tranqüilidade... Quantos estão à deriva, esperando que alguém ofereça a oportunidade de FAZER PARTE de um grupo de amigos que saiam juntos, se divirtam juntos, e quando encontram essa oportunidade com um grupo diferente do que consideramos como certo, nós ficamos tristes... Os grupos se fortalecem a medida que seus integrantes SE SENTEM PARTE dele e compartilham suas alegrias e angústias, até que se sintam à vontade para trazer novas pessoas a fazerem parte também... Quando uma igreja enche ou se esvazia, é por isso: ACOLHIMENTO. Todos precisam disso para se sentir bem em qualquer lugar.

A mensagem de hoje é para que abramos nossos olhos ao que está claro: não há salvação para quem exclui as pessoas... Portanto, quem quer construir o Reino dos Céus aqui na terra precisa saber acolher, e fazer as pessoas se sentirem parte do grupo. E a melhor forma de fazer isso é incentivando cada um a desenvolver suas potencialidades, e parabenizando todo e qualquer avanço, por mínimo que seja...

 

Jailson Ferreira

 

Herores e Herodíades: o pecado da luxúria

 

            João Batista veio com uma missão muito importante: preparar a vinda de Jesus. Era um profeta destemido. Assim como Jesus, ele não abria mão da justiça. E mesmo sabendo que isso poderia lhe custar a vida (como custou), não calou diante da imoralidade. Herodes casou com a mulher do próprio irmão por luxúria. E Herodíades se aproveitou da fraqueza de Herodes. Quantas Herodíades e quantos Herodes estão por aí, espalhados pelo mundo... Homens que ficam cegos, surdos e mudos de "paixão" diante de uma mulher... Mulheres maliciosas que se aproveitam das fraquezas dos homens, para conseguirem tudo o que querem... Todos nós percebemos quando isso acontece com alguém próximo a nós, mas como é difícil conseguir fazer com que as pessoas envolvidas abram os olhos...

            Fazendo uma análise psicológica desses homens, é possível encontrar uma carência de atenção, e uma necessidade de aceitação com relação ao sexo oposto. Geralmente são pessoas que não se sentem capazes de dar um "não", e fazem qualquer coisa para agradar uma mulher, desde que ela não o rejeite.

            Já as mulheres como Herodíades são mais comuns do que pensamos. São as mulheres que percebem a fraqueza carnal masculina e, por falta de outros atributos que lhe permitam subir na vida, aguçam a sua sexualidade para atrair o(s) homem(ns) que possam lhe oferecer mais conforto e destaque em relação às outras mulheres. Quando crianças, elas geralmente foram criadas com uma submissão que as incomodava dia após dia, a ponto de ir tirando qualquer sentimento de culpa ou arrependimento de seu coração. Tudo isso para que, quando chegar o dia em que ela possa dar a volta por cima, não tenha nada nem ninguém que possa detê-la. O maior desejo dessas meninas é sair da posição de submissão, e ir para a posição de "rainhas", e elas estão dispostas a qualquer coisa para isso. Ai do homem que cai nas mãos de uma mulher assim... Eles são capazes de QUALQUER COISA para agradar a sua Herodíades... Transformam-se em verdadeiros escravos, e enquanto podem suprir os desejos da sua "dona", são recompensados com a atenção e a luxúria, que é tudo o que ele quer e o que ela pode oferecer...

            Foi por isso que João Batista morreu. É por isso que muitas famílias morrem... Por isso que muitos pais de família, cegos de "paixão" pelas Herodíades do mundo, deixam suas esposas... Muitos filhos brigam com seus pais, que só se dão conta da carência de atenção do seu filho quando ele se agarra a uma Herodíades, que faz a cabeça dele e faz com que ele se afaste cada vez mais do lar... E muitas filhas alimentam, dia a dia, sem os pais se darem conta, a vontade de ir embora da casa dos pais/responsáveis para encontrar o seu Herodes, que satisfaça todos os seus desejos, em troca do que ela puder lhe dar... atenção e luxúria...

            João Batista não viveu em vão, pois cumpriu a sua missão de anunciar alguém pelo qual ele não se dizia digno de amarrar a correia das sandálias. No entanto, Jesus disse que não houve um nascido de uma mulher que tenha sido tão grande como João Batista. A morte desse grande homem também não foi em vão, pois nos abre os olhos para algo que sempre foi muito presente no nosso mundo... pessoas que se deixam levar pelas paixões mundanas, e pessoas gananciosas, dispostas a matar para não perder suas regalias...

            A lição para a nossa vida, hoje, é: não se deixar levar pelas paixões do mundo, não querer passar por cima de tudo e de todos para conseguir o que quer, e, por fim, não se calar perante as injustiças do mundo.

 

Jailson Ferreira

 

 

Missão de hoje: se o Filipe de alguém

 

Não é à toa que agosto é o mês vocacional: todos os dias o Evangelho nos convida a segui-lo. Hoje, o evangelista é João, e ele narra a formação do grupo de discípulos de Jesus. Uma parte foi chamada diretamente por Jesus, como Filipe. Outra parte foi apresentada a Jesus pelos primeiros, como Natanael.

O mais interessante ao observar as narrações dos fatos na Bíblia é tentar se colocar no lugar dos personagens, e tentar entender as razões que moveram cada um... Por exemplo, Filipe, o que fez com que ele acreditasse em Jesus, mesmo antes do início de suas obras? E acreditar a ponto de chamar outra pessoa, que inicialmente duvidou, mas ao escutar as primeiras palavras de Jesus, reconheceu o verdadeiro Filho de Deus...

Estamos entre os que já foram apresentados a Jesus. E como Filipe, agora temos o papel de apresentar a Jesus novas pessoas. Mesmo que a resposta dessas pessoas, inicialmente, seja como a de Natanael, que ainda "fez gracinha" com a região onde Jesus nasceu, nós podemos dizer a essa pessoa: "Vem ver!"

Quando participamos de algo tão bom, como o Reino dos Céus, é natural querer levar para outras pessoas também conhecerem. Portanto, a missão de hoje é "ser o Filipe" de alguém, e apresentar Jesus a alguém que não o conheça, mas que esteja precisando encontrá-lo.

 

Jailson Ferreira

 

                                                           José: quem dera eu tivesse a sua fé...

        O Evangelho de hoje fala de um dos homens que eu mais admiro na Bíblia: José. Não só pelo importantíssimo papel de pai terreno de Jesus, mas principalmente por aceitar casar-se com Maria, estando ela grávida antes de deitar-se com ele, confiando apenas em um sonho que ele teve. Admito que não sei se teria a mesma atitude dele... Talvez me falte essa fé... E talvez por isso eu o admire tanto...

        Maria poderia ter dito ao anjo: "Posso conversar com meu noivo antes de aceitar essa proposta de Deus?" Mas ela deu a sua resposta independente da resposta de José. E isso deixa clara uma característica de Maria: a sua impulsividade. A mesma impulsividade que fez com que ela antecipasse a vida pública de Jesus nas Bodas de Caná. Fico imaginando... e se José não tivesse aceito casar com Maria? Ele estaria sendo justo, e ninguém iria poder condená-lo, pois ele não foi consultado para concordar ou discordar da concepção de Jesus por Maria, sob a ação do Espírito Santo, sem a sua participação.

        Há muito tempo eu me pergunto se Deus foi justo com José... Só um homem que se guarda para o casamento poderia entender o que eu estou falando. A única resposta que me vem é que Deus não tiraria algo tão importante de José, se não lhe concedesse uma boa compensação... Ser o pai terreno do Filho de Deus. Nenhum outro homem na história teve esse papel de ser o formador, o educador, a referência de pai para Jesus. Quando Jesus pensava em Deus e o chamava de Pai, não tinha como não associar a José, seu pai de criação. Da mesma forma que nós, quando pensamos em Deus, associamos com o nosso pai terreno... e é isso que muitas vezes explica a nossa afinidade ou falta de afinidade com Deus. E é por isso que muitas pessoas só conseguem rezar por intercessão de Maria... porque só conseguia falar com seu pai por intercessão da sua mãe. Da mesma forma, muitas pessoas não conseguem se identificar com Maria, Mãe de Jesus, porque não se dão bem com sua mãe terrena...

        Vou dizer algo bastante óbvio, mas que muitas vezes não nos damos conta: Jesus não nasceu adulto! Ele foi criança, e precisou aprender a andar, falar, ler, escrever, pensar, tratar, observar e tocar as pessoas... Isso não se nasce sabendo: se aprende. E o papel de José foi fundamental para o crescimento físico, social e espiritual de Jesus.

        Observe que em Mateus 12,50 Jesus diz que quem faz a vontade de seu Pai que está nos Céus é seu irmão, sua irmã e sua mãe, mas não diz que pode ser seu pai. O único que pôde desempenhar o papel de pai terreno de Jesus foi José. E eu acredito que talvez mais difícil do que encontrar a mãe ideal para Jesus, foi encontrar esse pai ideal. Feliz da mulher que encontra um marido como José, e feliz do(s) filho(s) que tem(têm) um pai como José. Uma boa mulher edifica a casa, mas um bom homem é salvação para toda a família.

 

Jailson Ferreira

 

jailsonfisio@hotmail.com

 

 

"Desvia de ti a falsidade da boca, e afasta de ti a

perversidade dos lábios" (Provérbios 4:24).

Um coração sincero agrada a Deus e atrai as bênçãos
celestiais. Uma boca que profere mentiras e enganos nos
dirige, rapidamente, à destruição. Que a nossa língua seja
usada por Deus para edificar e fortalecer as vidas
desanimadas.

Paulo Barbosa

*****
Caso tenha um amigo que deseja receber reflexões diárias e
não participar de listas, basta preencher o formulário
existente no link abaixo e assinar a lista de envio de
apenas uma mensagem diária.

http://intervox.nce.ufrj.br/~tprobert/listas.html

Este convite não é para você deixar esta lista ou se unir a
uma outra. Apenas para aqueles que não querem participar de
nenhuma lista.
*****

 Tudo tem seu tempo determinado e há tempo para todo o propósito debaixo do céu  . Eclesiastes 3.1                                                                                                                                                                                                                                             De uma coisa podemos ter certeza: 

de nada adianta querer apressar as coisas. 

Tudo vem ao seu tempo, dentro do prazo que lhe foi previsto. 

Mas a natureza humana não é muito paciente. 

Temos pressa em tudo! 

Aí acontecem os atropelos do destino, aquela situação que você mesmo provoca, por pura ansiedade de não aguardar o tempo certo. 

Mas alguém poderia dizer: 

- Mas qual é esse tempo certo? 

Bom, basta observar os sinais. 

Geralmente quando alguma coisa está para acontecer ou chegar até sua vida, 

pequenas manifestações do cotidiano, enviarão sinais indicando o caminho certo. 

Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observação qualquer. 

Mas com certeza, o sincronismo se encarregará de colocar você no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situação ou da pessoa certa! 

Basta você acreditar que nada acontece por acaso! 

E talvez seja por isso que você esteja agora lendo essas linhas. 

Tente observar melhor o que está a sua volta. 

Com certeza alguns desses sinais já estão por perto, e você nem os notou ainda. 

Lembre-se que o universo, sempre conspira a seu favor, quando você possui um objetivo claro e uma disponibilidade de crescimento. 
Deus abençoe sua vida ,  
Ev. Filipe de Jesus!

__._,_.___

 

Alegrai-vos com os que se alegram (Romanos 12:15).

Você realmente consegue se alegrar quando Deus abençoa outras pessoas? Isso deveria ser natural para os cristãos na comunhão uns com os outros. Deus colocou todos os redimidos unidos como membros de um único corpo. Portanto, deveria ser normal para um cristão se alegrar quando o Senhor demonstra Sua bondade a outro: “Se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele” (1 Coríntios 12:26). A alegria compartilhada é alegria duplicada.

Um bom exemplo de alegria mútua é encontrado na epístola aos Filipenses. O apóstolo Paulo estava preparado para se sacrificar no serviço do Senhor, e ainda assim se alegrava. “E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e me regozijo com todos vós”, e acrescentou: “E vós também regozijai-vos e alegrai-vos comigo por isto mesmo” (Filipenses 2:17-18).

Ele era uma pessoa que trabalhava para a alegria dos outros(2 Coríntios 1:24). E desejava compartilhá-la. O amor sempre encontrará um motivo e um modo para participar da alegria dos outros.

O júbilo dividido com sinceridade é altruísta. Ele nos livra de nossas dores e lutas e nos coloca na mesma situação que os demais. Podemos dispor nosso coração a amar o próximo como amamos a nós mesmos e, ao fazer isso, nos pareceremos mais com o Senhor Jesus.

Amar sem egoísmo e se alegrar com os outros sem egoísmo não é uma qualidade do homem natural, pois o pecado retirou essa capacidade do nosso coração. No entanto, os que conhecem o Senhor Jesus como Salvador nasceram de novo e por isso são capazes de agir de acordo com o versículo de hoje. Isso é fruto do Espírito Santo que habita dentro deles. “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimida de, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” (Gálatas 5:22).